Por Mariana Teles
Já dizia Ariano Suassuna: “tenha muito cuidado com doido”.
Hoje, um doido de São José do Egito realizou um sonho de todo o Pajeú: uma Faculdade para a gente chamar de nossa!
Após anos de batalha pesada, enfrentando a rigidez da burocracia estatal, da política, os desafios de empreender numa cidade sertaneja, de apostar no desenvolvimento de uma região distante de qualquer planta industrial, mas com uma vocação absurda para produzir inteligências, HOJE o MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO conceituou a FACULDADE VALE DO PAJEÚ com nota 4 (escala de 1 a 5) como CENTRO UNIVERSITÁRIO e finalmente a FVP abrirá suas portas para gerar ainda mais desenvolvimento, renda e cidadania para o Pajeu.
Cresci acompanhando a dificuldade de meus pais para manter os irmãos estudando na capital. Com o tempo chegou a minha vez e não foram poucos os desafios de alcançar o sonhado diploma universitário. Só quem é filho de sertanejo, que não nasceu com nenhum sobrenome tradicional, sabe a alegria que é voltar a casa dos pais com um diploma de curso superior. Esse foi o destino de muitos jovens do Pajeú. E continua sendo.
Foi o destino de Cleonildo Painha, advogado brilhante, de comunicação política extraordinária e uma capacidade de fazer e cultivar amigos absurda! Mas esse “doido”, filho de Seu Eliseu e Dona Socorro, além de toda essas capacidades, também é um realizador de sonhos. E nessa capacidade de empreender, fez o que muita gente, em condições até mais favoráveis não conseguiu tirar do papel.
É gratificante saber que as próximas gerações jamais saberão o que é esperar a semana inteira para chegar uma caixa de feira do Sertão enquanto peleja na capital buscando concluir um curso superior.
A Faculdade Vale do Pajeú já reserva o seu lugar na história ao lado dos grandes, meu amigo! Hoje o Pajeú ficou muito maior, Painha! Essa luta não seria possível sem a crença de Zé Marcos de Lima, quem acreditou nesse sonho do mesmo jeito de um agricultor plantando quando toda meteorologia diz que não vai chover! Era a lógica natural dos fatos dizendo que o sonho não saia do papel e o sempre menino de Seu Zé Custódio acreditando! Um sonho só precisa de quem acredite nele! Que orgulho da sua luta! Que orgulho da sua OUSADIA! Você não faz ideia da multiplicação de CIDADANIA que vai nascer nas salas de aula da Faculdade Vale do Pajeú.
O futuro irá ecoar o tamanho da sua luta! A luta pela educação! A Nação Pajeú hoje se abraça com alegria e com esperança renovada! Tem um geração vindo aí com vontade de fazer diferente! E já começou fazendo, fazendo grande e fazendo bem feito! Nasce oficialmente um novo capítulo para história de São José do Egito. Nasce a Faculdade Vale do Pajeú dizendo a Pernambuco que a terra da poesia vai ser a capital da Educação do Pajeú!
Marcelo Patriota