tMais uma agência bancária foi explodida na Paraíba. Só que desta vez, a polícia agiu rápido e conseguiu apreender os materiais usados na explosão. O novo ataque que movimentou a área policial aconteceu na madrugada desta sexta-feira (8), na agência bancária da Caixa Econômica Federal no bairro de Tibiri II, em Santa Rita, na Grande João Pessoa.

De acordo com a Polícia Militar, ainda não há informações se os suspeitos conseguiram ter acesso ao local onde fica o dinheiro.

Ainda segundo a polícia, a agência teve a frente e parte do acesso ao cofre explodidos. A polícia apreendeu pelo menos cinco bananas de dinamite.

Durante a ação, também foram apreendidas luvas, quatro baldes cheios de grampos, um galão de gasolina, roupas e um dos carros usados pelos suspeitos. Segundo informações da PM, dois homens com o carro estacionado às margens da BR-230 chamaram a atenção dos policiais, na entrada de Tibiri II.

Na abordagem, começou uma perseguição, que só parou no município de Bayeux, onde os dois homens abandonaram parte do material e fugiram.

No entanto, percebendo a presença da polícia, os outros integrantes colocaram fogo em outro carro, com o objetivo de dificultar a prisão do grupo, fugindo em seguida em direção ao bairro de Marcos Moura, em Santa Rita.

Após diligências a polícia conseguiu encontrar malas com fardamento da Polícia Militar de Pernambuco, no bairro do Ernani Sátiro, em João Pessoa, e dois carros no Conde. A suspeita inicial da polícia é que os suspeitas sejam do estado vizinho. O material apreendido será levado para a sede da Polícia Federal, em Cabedelo.

MAIS INFORMAÇÕES

Na troca de tiros, um homem identificado como Deivisson Pereira, de 40 anos, morreu após ser atingido pelos disparos durante a explosão da caixa econômica. Ele estava dentro de um Uber após deixar a namorada em casa quando iniciou a troca de tiros entre bandidos e policiais.

Deivisson ainda foi socorrido com vida, mas morreu no Hospital.  Ele trabalhava como segurança de restaurantes na região da praia.

Os acusados conseguiram fugir e até o momento não se sabe se conseguiram levar alguma quantia do banco.

 

PB Agora