WhatsApp-Image-2018-06-06-at-12.41.18 romero

A troca de experiência para a revitalização de centros históricos reuniu, nesta quarta-feira (06), os prefeitos de João Pessoa, Luciano Cartaxo, e de Campina Grande, Romero Rodrigues, na capital paraibana. Em visita a Villa Sanhauá, programa pioneiro de habitação em áreas tombadas do país, os gestores também trataram da revitalização do Cine Capitólio, cujo projeto já foi concluído, com obras previstas para serem iniciadas no segundo semestre deste ano. A primeira-dama e médica Micheline Rodrigues acompanhou a visita aos casarões, que irá dispor de moradias para artistas, além de estabelecimentos comerciais.

O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, destacou o conjunto de investimentos no Centro Histórico de João Pessoa, com o novo Parque da Lagoa, a Praça da Independência, a Casa da Pólvora, o Pavilhão do Chá, o Hotel Globo, além da recuperação outros espaços públicos. “Agora estamos vivendo um momento novo, com a ocupação cultural, com o AnimaCentro, junto com as novas moradias e o incentivo ao comércio com a Villa Sanhauá, que vai dinamizar a região onde a cidade nasceu”, explicou, depois ressaltar a importância da parceria entre as duas cidades.

Depois de conhecer a estrutura dos apartamentos Romero Rodrigues disse que “preservar a história é de uma cidade é saber aprender com o passado para construir um novo futuro”. O prefeito de Campina Grande mencionou a abertura de novos espaços públicos na Rainha da Borborema, com a revitalização de dezenas praças e áreas de lazer em Campina, que irão se somar ao Cine Capitólio. “Com a recuperação de edifícios históricos assim estamos abrindo portas para o reencontro das cidades com a cultura e com a melhoria da qualidade de vida”, afirmou o gestor, que lança o Maior São João do Mundo nesta sexta-feira (08).

Villa Sanhauá 

O projeto da Villa Sanhauá prioriza a cultura popular, oferecendo não só as 17 unidades habitacionais, mas também espaços comerciais e de prestação de serviços municipais, fortalecendo o turismo de João Pessoa. Os cessionários e permissionários já foram selecionados através de rigoroso edital lançado pela Secretaria Municipal de Habitação Social (Semhab) assinaram os termos para uso e ocupação dos espaços. A obra está orçada em R$ 4,2 milhões, executada integralmente com recursos próprios.

Cine Capitólio

A nova área contará com duas salas de cinema, biblioteca, espaços gastronômicos, cafés e boxes comércio. A grande meta do projeto é revitalizar e conservar toda a fachada original do Cine Capitólio, preservando as características e diretrizes arquitetônicas da data da sua desapropriação. O uso interno do antigo cinema seguirá programa temático, com modelo arquitetônico de multiuso voltado para o lazer e à cultura. Junto com a revitalização do cinema, o projeto também prevê a recuperação e a manutenção da Praça Clementino Procópio.

Fonte e Crédito: Blog do Gordinho