Morre aos 76 anos o físico britânico Stephen Hawking
Foto: Laurent Egli/CERN – 2012

Do Poder 360

O cientista britânico, Stephen William Hawking, morreu na madrugada desta 4ª feira (14.mar), em Cambridge, no Reino Unido. A morte foi comunicada por sua família à imprensa inglesa. O físico sofria de esclerose lateral amiotrófica, mas a causa da morte não foi divulgada à imprensa.

Eis 1 trecho do comunicado divulgado pelos filhos de Hawking, Lucy, Robert e Tim:

“Estamos profundamente entristecidos pelo fato de nosso amado pai ter morrido hoje. Ele foi 1 grande cientista e 1 homem extraordinário cujo trabalho e legado viverão por muitos anos […] Ele disse uma vez: ‘–Não seria muito 1 universo se não fosse o lar das pessoas que você ama’. Vamos sentir falta dele para sempre”.

O cientista se tornou uns dos pesquisadores mais reconhecido do mundo ao abordar temas como a gravidade e a origem do universo.

Hawking é autor de “Breve História do Tempo: do Big Bang aos Buracos Negros”. No best-seller, de 1988, ele descreve a teoria da singularidade do espaço-tempo. Em 2014, sua história de vida foi contada no filme “A teoria de tudo”, vencedor do Oscar.

NASA

A NASA (Agência Espacial dos EUA) publicou em seu perfil no Twitter uma homenagem ao físico. Eles consideram Hawking 1 “embaixador da ciência”. “As suas teorias abriram um universo de possibilidades que nós e o mundo estamos a explorar. Que continues a voar como o Super Homem em microgravidade, como disseste aos astronautas da Estação Espacial Internacional em 2014”, disse à agência.