Pedofilia: Mãe denuncia desembargador que abusava a própria neta

É a notícia que faltava para submeter a magistratura brasileira à execração pública.

 
Um desembargador está sendo acusado pela própria mãe de sua neta, do cometimento de abuso sexual, desde que a criança tinha apenas 7 anos, hoje uma adolescente de 15 anos de idade.
Trata-se de magistrado Rafael de Araújo Romano, atualmente aposentado pelo Tribunal de Justiça do Amazonas.
A mãe da menina, a advogada Luciana Pires formalizou a denúncia nesta quarta-feira (21) junto ao Ministério Público do Amazonas.
Abaixo, veja um trecho da entrevista da mãe:
A advogada Luciana Pires divulgou prints dos diálogos com o ex-marido, Rafael Romano Junior, via WhatsApp, em que eles conversam sobre abusos sexuais sofridos pela filha do casal. As conversas ocorreram, segundo Luciana, entre os dias 15 e 20 de fevereiro, um dia antes dela publicar em seu perfil no Facebook uma postagem acusando o ex-sogro, desembargador aposentado Rafael Romano, de praticar os abusos.
Na conversa com o ex-marido, Luciana avisa sobre a denúncia que faria nas redes sociais para que “todo mundo veja o monstro que ele é”, em referência ao desembargador. 
Rafael Junior diz que não está aguentando a pressão e que vai se matar.
– Não estou suportando isso, diz ele. Nunca andei armado porque sei que não sou capaz (…), que não vou suportar essa carga, completa.
O filho do desembargador também comenta que estava desorientado, transtornado.
Luciana Pires afirma não querer que o ex-sogro morra sem que a justiça seja feita.
– Era para você ter falado. É sua filha, diz a advogada.
Ao que Junior responde:
– Ele ficou sem chão. A mamãe já sabe. Vou dar porrada nele. Anote isso.
Ambos concordam que querem justiça pela filha do casal, pois ela “merece uma resposta” para o que o filho de Romano chamou de “atrocidade”.
– Ela precisa de justiça, diz Luciana.
– Não estou discordando, afirma Rafael Junior.
Em outro trecho, o filho do desembargador conta para a ex-mulher que vai bater no pai e matá-lo.
– Estou esperando que você defenda sua filha, diz Luciana Pires.
Junior afirma que vai gravar a filha contando tudo e mandar o pai ouvir.
Após afirmar para Luciana sobre o que estava pretendendo fazer com  o pai, Junior diz que se não suportar a pressão, também vai se matar.
– Espero que não chegue a esse ponto, diz ele.
– Esse é o exemplo que quer dar para sua filha?, pergunta Luciana.
Após denúncia, Romano Júnior divulga carta à imprensa
O advogado Rafael Romano Júnior emitiu uma nota, no fim da noite de quarta-feira, 22, dizendo que repudiava o ato da ex-mulher, a advogada Luciana Pires, que acusou o pai dele de abusar sexualmente da filha do casal, uma adolescente de 15 anos.
Luciana expôs o caso em seu Facebook pessoal e à noite ela confirmou a denúncia ao Amazonas1, acrescentando que o crime, segundo a filha, ocorria desde quando a menina tinha sete anos.
Leia a nota de Rafael Romano Júnior: 
FONTE: Jornal do País com Amazonas1 e www.portalholofote.com