Neste começo de ano, cibercriminosos fizeram a festa com a ingenuidade do público, aplicando uma série de golpes diferentes que afetaram 2,5 milhões de pessoas só nos 20 primeiros dias de janeiro.

De acordo com o Kapersky Labs, mais de 10 campanhas maliciosas foram aplicadas a milhões de usuários, em geral utilizando nomes de marcas confiáveis como Spotify, Cacau Show, Burger King, O Boticário, entre outros.

Além disso, os hackers começaram a se valer de outro recurso popular: notificações de navegador, como no Google Chrome.

“As novas campanhas fraudulentas que vimos circular no WhatsApp tem se valido disso, ao clicar no link recebido e abrir o site fraudulento, será questionado ao usuário se ela deseja algo, ao autorizar na verdade ele estará ativando o recebimento de notificações pelo navegador, e assim o usuário continuará recebendo mais golpes por meio das notificações”, explicou o analista sênior da Kapersky Labs, Fabio Assolini.

Estes golpes dão ainda mais dor de cabeça às vítimas, já que o único jeito de parar de ser notificado é removendo o site malicioso da lista, no menu de configurações avançadas do navegador.

 

Sendo assim, é importante que o usuário sempre suspeite de links estranhos ou com  ofertas boas de mais para ser verdade, seja ao recebê-los no WhatsApp, SMS, e-mail, notificações e redes sociais como Facebook.

Fonte: Blog do Gordinho