O proprietário de uma padaria na cidade de Princesa Isabel, Sertão paraibano, a 420 km de João Pessoa, está sendo procurado pela Polícia Civil suspeito de assassinar o jovem Alisson Ferraz, de 19 anos, no último sábado (23).

A vítima teria sido morta por asfixia. O corpo foi jogado em uma gruta no sítio Mocambo no município de Tavares,  distante 34 km de Princesa Isabel.

Segundo a Polícia Civil, o jovem foi raptado pelo suspeito durante a madrugada. O suspeito contou com ajuda de um funcionário, que se apresentou à polícia e relatou o crime.

A suspeita é de que o crime tenha sido passional, uma vez que a vítima estaria mantendo um relacionamento com a ex- companheira do suspeito.

Em vídeo publicado na internet, o funcionário explica que o comerciante furou um pneu da motocicleta da vítima – que estava estacionada na frente da casa da sua ex – companheira – para evitar que ele tivesse meios de fuga.

Após ser abordado, o jovem teria sido colocado no porta-malas de um carro e levado pelo suspeito.

Por ter conseguido livrar o flagrante, o cúmplice do comerciante não ficou preso. A Polícia Civil está investigando a possível localização do suspeito.

O corpo de Alisson Ferraz foi enterrado na noite dessa segunda-feira (25), no cemitério de Princesa Isabel.

PortalCorreio