Foram pesadas as críticas do presidenciável Ciro Gomes (PDT) direcionadas ao vice-prefeito de João Pessoa, Manoel Júnior (PMDB).

Em passagem pela Paraíba, Ciro acusou Manoel Junior de integrar uma quadrilha e ter envolvimento com crimes.

– Manoel Júnior é deste PMDB picareta. Esse ‘PMDB quadrilha’, que eu conheço há bastante tempo. Alguns desses ‘PMDB quadrilha’ estão envolvidos até em assassinatos– apontou.

Gomes afirmou não ter medo de Manoel e desafiou o peemedebista dizendo que fica no Estado até amanhã.

– Se ele quer que eu tenha medo dele, eu tenho mais medo dele com a mão suja de cocô do que ele possa fazer. Sendo ele quem é, que eu conheço de longa data, é isto o que eu penso dele e digo na terra dele. Se ele achar ruim, eu vou ficar aqui até amanhã cedo – disparou.

As afirmações foram feitas diante da imprensa durante coletiva na capital João Pessoa.

Mas Manoel Júnior deu sua responta. O vice prefeito acusou Gomes de desequilibrado e afirmou que vai processá-lo.

Júnior disse ainda que o problema de Ciro é psiquiátrico e se disponibilizou a realizar um teste antidoping antecipando e que o mesmo não tem condições de passar pela avaliação.

– Quero pedir desculpas à Paraíba por estar recebendo uma figura como essa. Ele responde vários processos. O problema desse cidadão é psiquiátrico, talvez ele não passe num teste antidoping. Entrarei na Justiça novamente. Quem está recepcionando, o casal Lígia e Damião, eu tenho o respeito, mas esse cidadão não merece o cumprimento de um brasileiro decente. Ele vai tomar mais um processo nas costas, porque ele é um desequilibrado e só um psiquiatra de alto nível pode tratá-lo – bradou.

PolêmicaPB