Caso Ferreira Costa: Ricardo rechaça nota da PMJP e reforça convite a Cartaxo para discutir embargo
O governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), criticou a nota lançada pela Prefeitura Municipal de João Pessoa nessa terça-feira, tentando explicar o embargo à obra do Home Center Ferreira Costa.

“Na nota que eu li não diz absolutamente nada e coloca informações que não estão condizentes com os fatos. Não adianta dizer que está tudo ótimo, está tudo bacana e que o projeto está lá. Não é verdade isso”, comentou.

Segundo Ricardo, o empreendimento contará com investimento de R$ 120 milhões e irá gerar 500 empregos na zona metropolitana de João Pessoa.

“Ninguém pode achar que sendo prefeito, governador ou presidente da República pode impedir alguém de se instalar. Isso não existe”, prosseguiu.

Segundo o gestor, o convite ao prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD), está mantido e ele espera que a situação possa ser resolvida para que a empresa retome a obra.

“Está convidado e eu espero que venha para que a gente possa dizer: estamos aqui, vamos resolver em tantas semanas e vamos retomar a obra e dar ao povo aquilo que ele precisa que é emprego e à Paraíba o que ela merece: desenvolvimento”, finalizou.

As falas do governador aconteceram durante a solenidade de recebimento do relatório final da Comissão Estadual da Verdade e da Preservação da Memória.

Fonte: Paraíba Já