Nesta segunda-feira(11) o governador da Paraíba, Ricardo Coutinho(PSB), questionou o tratamento que teria sido dado pela Prefeitura Municipal de João Pessoa ao grupo empresarial Ferreira Costa. O Grupo planejava e já havia iniciado a construção do um novo empreendimento em João Pessoa num terreno localizado próximo ao aeroclube da Capital.

Após protestos dos membros do aeroclube a prefeitura terminou por embargar a obra e cassar algumas das licenças que haviam sido concedidas ao grupo Ferreira Costa. Após a dificuldade gerada em torno do novo empreendimento o grupo acabou se desinteressando em dar continuidade na obra e demonstrou deve deixar a Paraíba sem alcançar o objetivo planejado inicialmente.

O governador Ricardo Coutinho então se reuniu com o grupo de empresários para tentar evitar que o negócio fique apenas no papel e convidou o prefeito da capital, Luciano Cartaxo(PSD), para uma nova reunião que ocorrerá na próxima semana. Ricardo também exigiu maior transparência em relação ao tratamento dado ao grupo para que se entenda a situação em que se encontra o projeto. Ele enfatizou que em meio a crise econômica que o país vive a Paraíba não pode perder um empreendimento deste porte.

 

Fonte: Polêmica Paraíba