Sai de cena de cabeça erguida, deixando um legado de ações, obras e serviços, que orgulha qualquer ser humano, é muito gratificante e enobrecedor para qualquer administrador. Tristeza é sair de cena, com máculas profundas de ineficiência, inoperância, falta de transparência e honestidade.
Quanta tristeza e decepção deve ser para qualquer “administrador”, quando se faz necessário intervenções competentes, visando estancar a sangria e debandas dos “administrados” e principalmente o desmoronamento de toda uma construção ao longo do tempo edificada.
Com certeza, colhemos os frutos daquilo que plantamos e regamos.
Prazeres por prazeres devem ser sempre desprezíveis.
Quem vive, cultiva, rega, cuida e semeia o AMOR, terá um grande e justa recompensa.
Quem assim não procede, receberá a recompensa de acordo com sua obra edificada aqui na terra.
A realidade altamente contemporânea tem nos mostrado exemplos latentes, que reforçam a veracidade das colocações em tela.