Nill Junior

O Diretor de Expansão da Azul Linhas Aéreas, Ronaldo Veras, deu detalhes da aeronave que irá operar na rota entre Serra Talhada e Recife, a ser lançada até o primeiro semestre do ano que vem. “Vamos operar com aeronaves modernas, modelo ATR 72-600”,  afirmou, destacando que o principal critério, da segurança, é uma das características do modelo.

“Teremos três ou quatro operações semanais para Recife e conexões”, destacou. O modelo representou para a companhia um ciclo de renovação da frota iniciado em agosto de 2015. Em 2016, o modelo com motores turbo-hélice passou a ser o único da companhia para vôos dessa natureza, com 54 unidades adquiridas. A Azul aposentou seus seis ATR 42-500 e outros oito ATR 72-500.

O ATR 72-600 é considerado o avião com motores turbo-hélice mais moderno e seguro do mundo. Em operação há quase 30 anos, a aeronave da ATR Aircraft, empresa franco-italiana do Grupo Airbus, já superou as 500 unidades produzidas e registrou sete acidentes.

A aeronave com a configuração da Azul leva até 70 passageiros em poltronas distribuídas em pares, além do bagageiro capaz de levar todas os pertences dos ocupantes.

Devido a configuração das asas, montadas por cima da fuselagem, e a força de aceleração mais rápida dos motores turbo-hélice, o ATR 72 pode operar em aeroportos com pistas pequenas, onde jatos comerciais maiores não conseguem pousar e decolar. A aeronave da Azul pode decolar com peso máximo de 22.000 kg.

Os motores Pratt & Whitney PW127F, fabricados no Cadaná, geram cada um 2.475 hp, o que permite a aeronave alcançar a altitude de até 7.620 metros – os jatos voam acima de 10 mil metros.

De acordo com dados do fabricante, o ATR 72-600 pode voar a velocidade máxima de 511 km/h e tem alcance de até 1.530 km. As aeronaves ATR 72 da Azul operam atualmente em pouco mais de 70 aeroportos pelo Brasil. Cada unidade do ATR 72-600 custa cerca de US$ 35 milhões.