Muitas pessoas quando vão acessar um site e clicar em um link, várias abas e janelas são abertas. O Google anunciou nesta quarta-feira (8) que seu navegador, o Chrome, vai impedir que sites abusivos continuem direcionando usuários a destinos não solicitados.

As novidades começam a funcionar no começo de 2018. A principal delas é o bloqueador de pop-ups do Chrome que passará a identificar sites que costumam mandam os usuários a páginas indesejadas para impedir que abram novas janelas ou abas.

O Chrome vai avisar os usuários todas as vezes que uma página redirecioná-lo para outro site por executar instruções de um componente de terceiros. Em vez de carregar a nova página, uma barra com informação será mostrada.

O Chrome também vai impedir situações em que, ao abrir uma nova página, o usuário seja direcionado para outro conteúdo diferente do que o desejado.

Para orientar os desenvolvedores, o Google lançou também um relatório que descreve as várias experiências abusivas.

Segundo a empresa, as sanções não serão imediatas. Após um desses comportamentos ser identificado, o criador da página terá 30 dias para resolver o problema. Caso não consiga, o bloqueio de novas abas será ativado.

G1