As mais de seis milhões de pessoas que vão fazer as provas do primeiro dia do Enem, no próximo domingo, ganharam um forte aliado nesta reta final de preparação: um feriado (prolongado para alguns). Nesta quinta, os inscritos terão um dia livre para se organizar para o exame. Para especialistas, esses dias devem ser usados para descansar e incluir no cardápio comidas mais leves.

“O conselho é parar de estudar. O que os alunos tinham que saber já sabem. Deixar para estudar nesta reta final pode causar estresse e mais ansiedade. Este é o momento de preparar o corpo para a prova, passando a almoçar mais cedo por conta do horário de início (os portões fecham às 13h, no horário de Brasília)”, afirma Márcio Alexandre Fernandes, psicopedagogo e professor de história da Rede Daltro Educacional.

A recomendação é fazer atividades que gerem prazer e satisfação, a fim de que o candidato relaxe para chegar tranquilo ao grande dia.

“Este é o momento de ter um ócio criativo, de fazer o que a pessoa gosta: ler, ouvir música, assistir a um filme… mas nada que roube a energia para a realização da prova. Ela precisa se distrair, mas é preciso manter o foco. Pensar positivo também ajuda. Recomendo meditação para relaxar”, orienta Tati Carvalho, coaching de vida e empreendedorismo, com foco em estudantes e afroempreendedores.

Revisões liberadas

Quem não estiver se sentindo tão seguro para a realização do exame, pode até usar parte do dia fazer uma pequena revisão. Estudar novos assuntos está proibido!

“Não há problema de estudar um pouco. O que não recomendo é refazer uma prova do Enem, pois o aluno acabará tendo mais dúvidas do que certezas. Se o estudante está sempre errando questões de um assunto, vale fazer alguns exercícios para praticar, mas nada de pegar em livros para estudar ou começar a fazer resumos. Não vale a pena”, diz Vicente Delorme, diretor de Ensino do Curso pH.

Fugir de situações estressantes até o dia da prova é uma das dicas da psicóloga Tahiana Baptista, da Policlínica Centrodador.com para evitar os famosos (e temidos) “brancos” durante a resolução das questões.

“Recomenda-se evitar o contato com elementos que possam causar estresse. Técnicas de relaxamento corporal básicas, como inspirar e expirar no momento da prova podem ajudar a evitar esquecimentos. Por ser uma prova extensa, o ideal é que se leve água e algum alimento que o estudante goste para ser consumido quando se sentir angustiado frente alguma questão mais complicada”.

Dicas dos especialistas

Relaxar…

O dia livre deve ser usado para fazer atividades que o estudante goste, como praticar esportes, ler, ouvir música, sair com os amigos, assistir a um filme etc.

mas sem meter o pé na jaca

Evite atividades que suguem muita energia ou que possam causar algum tipo de lesão, como esportes radicais.

Confira seu lugar de prova

É importante que o candidato saiba onde vai fazer a prova. Ir ao lugar errado pode custar um ano inteiro de estudos.

Monte uma estratégia para chegar lá

É necessário que seja montada uma estratégia para chegar ao local antes do fechamento dos portões. Estude quanto tempo será preciso para realizar a viagem, levando em consideração possíveis engarrafamentos.

Atenção ao essencial

Separe o documento original, com foto e dentro da validade que será usado no acesso ao local de prova e também as canetas esferográficas de tinta preta e fabricada em material transparente.

Adapte seu corpo

Use estes dias para almoçar mais cedo. A prova começa às 13h30, mas os portões fecham às 13h. Provocar mudanças bruscas na alimentação no dia da prova pode fazer com que o seu corpo sofra. Procure se alimentar de comidas leves e dormir bem.

Fonte: EXTRA