Ivyna Souto

O governador Ricardo Coutinho reclamou na manhã desta segunda-feira, 25, do destaque na imprensa para posicionamentos a favor de uma nova intervenção militar no Brasil. Em entrevista coletiva, o gestor afirmou que o Brasil não precisa de nova interrupção à democracia, além do que já foi feito, com o impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT), em 2016.

“Eu lamento muito quando o ministro da Defesa ou presidente da República não se expressam contra declarações que estão fora do arco democrático”, disse o gestor. “A função das Forças armadas não é governar o Brasil”, repetiu.

Para Ricardo Coutinho, os brasileiros precisam reafirmar sua democracia.

Questionado sobre reunir a base socialista para votar pela investigação do presidente Michel Temer, o governador disse que “se tem indícios, o Congresso tem que dar satisfação a nação” e criticou quem faz de tudo para ficar no poder.

“A política é a expressão da vontade do povo e tem que ser interpretada dessa forma”, reafirmou.

Fonte: Polêmica Paraíba