: Poucos dias depois de o PSDB tomar a decisão desastrosa de reafirmar seu apoio ao governo de Michel Temer, o partido vê sua principal liderança, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, defender que Temer tenha um gesto de grandeza e antecipe as eleições gerais no País; “A ordem vigente é legal e constitucional mas não havendo aceitação generalizada de sua validade, ou há um gesto de grandeza por parte de quem legalmente detém o poder pedindo antecipação de eleições gerais, ou o poder se erode de tal forma que as ruas pedirão a ruptura da regra vigente exigindo antecipação do voto”; num trecho da nota divulgada hoje, FHC parece mandar recado ao próprio PSDB e diz que os partidos precisam pensar no país e não em interesses partidários neste momento; “Ou se pensa nos passos seguintes em termos nacionais e não partidários nem personalistas ou iremos às cegas para o desconhecido”VEJA OS QUE DISSE JORNALISTAS SOBRE O ASSUNTO:”Está difícil de entender”, escreve o jornalista, para quem FHC “cobra espírito público e grandeza dos outros sem dizer nenhuma palavra sobre o correligionário Aécio Neves, com a estatura já rente ao chão”Diz Josias Souza.Para o colunista Bernardo Mello Franco, o texto de FHC em defesa das diretas “é importante porque quebra um tabu”; ele destaca que a tese vem sendo rejeitada por políticos, empresários e personalidades desde o impeachment sob a justificativa de que isso abriria caminho para a volta de Lula, algo que foi reforçado pela professora Janaina Paschoal nesta quinta; “Parece um bom momento para o eleitor do PSDB refletir: é melhor ouvir o ex-presidente ou repetir as teses da doutora?”Colunista do Globo observa que os partidos políticos, “que já perderam o rumo há muito tempo, agora começam a defender posições opostas às que sempre defenderam”, e destaca que, ao defender eleições diretas, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso “quer para seu partido ter uma saída do enrosco em que se meteu ao defender o governo Temer a qualquer custo, desconectando-se de seus eleitores”
A advogada Janaína Paschoal, uma das principais articuladoras do golpe contra presidente deposta Dilma Rousseff, se manifestou nesta quinta-feira sobre a defesa de Fernando Henrique Cardoso por antecipação de eleições gerais no País. Janaína, no Twitter, mostrou acreditar que FHC está unido com Lula; “Não estou no Sul, só recomendei o strudel com natas para quem está! Viram FHC trabalhando por Lula de novo? Depois dizem que são inimigos!”, escreveu a professora de Direito