“São João não é festa do peão”, diz Elba. Marília rebate: “vai ter sertanejo no São João, sim”

Elba Ramalho tem defendido a manutenção do forró nas festas juninas. Marília Mendonça defende a presença dos sertanejos. Image: Divulgação/Montagem

A mais nova e a mais tradicional atração do São João de Campina Grande estão “em guerra”. Elba Ramalho, representante do autêntico forró pé de serra, se apresenta no dia 23 de junho. Neste fim de semana, na Avenida Paulista, em São Paulo, ela voltou a criticar a “invasão” sertaneja.  “São João não é festa do peão”, disse, enquanto aderia à campanha ”Devolvam o nosso São João”. Também neste fim de semana, aqui pertinho, no Recife, a cantora Marília Mendonça mandou a resposta: ‘Vai ter sertanejo no São João, sim”. O nome dela foi anunciado como atração surpresa pelo prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSDB), com apresentação prevista para o dia 24, um dia depois de Elba.

A provocação de Marília Mendonça ocorreu no sábado, durante o São João da Capitá, no Recife. No domingo, Elba, sem citar diretamente Romero Rodrigues, foi taxativa ao criticar o novo formato das festas juninas. Ela alega que tem havido mais sertanejos que forró nas cidades com maior tradição. “É um direito do sertanejo estar no São João. Mas a grade de programação não pode ser feita de dezoito sertanejos e dois forrozeiros. Não é a festa do peão”, relatou. E ela acrescentou: “Até eu para entrar em uma das grandes festas, e eu estou há pelo menos 16 anos fazendo a tradição, eu tive que conversar com o prefeito da cidade, que me falou para escolher outra data e reduzir o cachê, eu disse não”.

Em declarações anteriores, Elba disse que não cabe forró na Festa de Peão de Boiadeiro de Barretos. Por conta disso, o espaço no São João deveria ser dos forrozeiros. Marília Mendonça respondeu à provocação. ”Isso é mentira. Talvez a porta não esteja aberta porque algo está fora do seu trabalho. Quem tá com trabalho legal tem portas abertas em todas as regiões do Brasil. O segredo é música boa. Não tem nada de um tomar o lugar do outro”. A artista acrescenta que cantores como Wesley Safadão, Aviões, Solange Almeida, Márcia Fellipe estão presentes em eventos nacionais de cidades fora do Nordeste. ”Todos os cantores sertanejos tem vontade de vir para o Nordeste fazer shows. O Nordeste é bem exigente com cantores de fora. Me sinto honrada de ser querida aqui”, acrescenta a artista, segundo matéria publicada no portal Uai.