A capital da Paraíba mais uma vez se destaca no quesito transparência pública. Joāo Pessoa obteve nota 9,5 no estudo intitulado “Diagnóstico Institucional: primeiros passos para um plano nacional anticorrupção”, realizado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), do Rio de Janeiro. O resultado da pesquisa foi divulgado neste sábado (10), durante o evento HackFest. Na ocasião, foi informado que João Pessoa conquistou o terceiro lugar na área da transparência pública ativa.
A pesquisa tem como base os últimos cinco anos e avaliou criteriosamente as informações divulgadas em editais e processos licitatórios, bem como a agilidade e qualidade das respostas entregues aos cidadãos. “Com muito esforço, a equipe da Secretaria de Transparência Pública tem trabalhado para disponibilizar cada vez mais uma maior quantidade de informações a população”, reitera o secretário da transparência pública da capital, Bira Pereira.
A pesquisa foi coordenada pelo professor Carlos Ragazzo e Michael Mohallem, do curso de Direito da FGV do Rio de Janeiro, e expõe dados referentes aos processos licitatórios nos portais da transparência das capitais brasileiras. Um dos objetivos centrais do projeto é dar ao governo brasileiro instrumentos diferentes para ampliar a luta contra a corrupção e contribuir para a minimização das práticas corruptas no Brasil. Na terceira posição e com nota 9,5, a capital da Paraíba apresentou um alto índice de trabalho em prol da transparência pública.
O Serviço de Informação ao Cidadão (SIC) também foi avaliado no estudo. “O SIC tem trabalhado de forma intensa para atender à todas as demandas, melhorando a qualidade da resposta e o tempo médio das mesmas”, reitera o secretário Bira Pereira.
WSCOM com Assessoria e GeraldoLuiz Leite