Estatal aprovou nova política de preços para comercialização do GLP comercializado em botijões de 13kg de uso residencial. Impacto para consumidor será de 2,5% ou R$ 1,25
As correções de preços terão vigência a partir do dia 5 de cada mês – (Foto: Reprodução)
A Petrobras aprovou nesta quarta-feira (07) uma nova política de preços para a comercialização às distribuidoras do Gás Liquefeito de Petróleo comercializado em botijões de até 13 kg e de uso residencial, o GLP-P13.
Isso implicará um aumento médio nas refinarias de 6,7% no produto este mês. Se for integralmente repassado, a companhia estima que o reajuste deve ser de 2,5% por botijão, cerca de R$ 1,25.
O preço final às distribuidoras será formado pela média mensal das cotações do butano e do propano no mercado europeu convertida em reais pela média diária das cotações de venda do dólar, divulgada pelo Banco Central, acrescida de uma margem de 5%.
As correções de preços terão vigência a partir do dia 5 de cada mês. A exceção será este mês de junho, quando o ajuste de preços passará a ser praticado nas vendas às distribuidoras realizadas a partir de amanhã. A aplicação da nova fórmula de preços para o GLP-P13 implicará um aumento médio nas refinarias de 6,7% no produto este mês.
O preço final ao consumidor pode ou não refletir o ajuste feito nas refinarias. “Isso dependerá de repasses feitos por outros integrantes da cadeia de combustíveis, especialmente distribuidoras e revendedores, uma vez que a lei brasileira garante liberdade de preços no mercado de combustíveis e derivados”, afirma a Petrobras, em nota.
Na composição de preços ao consumidor, a petroleira responde por cerca de 25% do valor final, outros 20% são tributos e o restante do preço é composto por distribuição e revenda (55%). O último reajuste no preço de GLP-P13 aplicado pela Petrobras ocorreu em 21 de março deste ano.
ClickPB

Novidade

Italianos inventam capa de celular com dupla função: protege o aparelho e faz café

Mokase, criada pelos jovens Luigi Carfora e Clemente Biondo, é uma capinha de celular que tem dupla função. Protege o smartphone e ainda se transforma em uma cafeteira
Mokase, criada pelos jovens Luigi Carfora e Clemente Biondo – (Foto: Reprodução/O Globo)
É uma capa de celular como qualquer outra. Mas….. com um detalhe pra lá de interessante: prepara um bom cafezinho. A novidade – que parece coisa de filme futurista – é uma realidade e só poderia ter sido inventada por quem, na Itália, faz o melhor café da península: os napolitanos.
Mokase, criada pelos jovens Luigi Carfora e Clemente Biondo, é uma capinha de celular que tem dupla função. Protege o smartphone e ainda se transforma em uma cafeteira. Basta inserir uma cápsula de café retangular – feita especialmente para o aparelho – com ou sem açúcar na parte interna da capa. Aí é  só clicar no aplicativo para dar início à operação.
A bebida se aquece em poucos segundos e é só despejar em uma mini xícara que na verdade é um chaveiro. O lançamento já foi feito mas para poder ter uma capa-cafeteira será preciso esperar até setembro.
ClickPB com O Globo

Discussão no TSE

Herman alfineta Gilmar: “Processo que analisa condenação, não pode haver glamour pessoal”

Gilmar havia destacada que insistiu na abertura do processo — não para cassar mandato, mas para discutir o tema, em 2015
TSE

“Em processo que analisa condenação de A, B, C ou D, não pode haver glamour pessoal”, disse Herman Benjamin, em alfinetada ao presidente do TSE, Gilmar Mendes.
Gilmar havia destacada que insistiu na abertura do processo — não para cassar mandato, mas para discutir o tema, em 2015.
— Modéstia às favas, só há ação pelo meu empenho, embora quem brilhe agora seja Herman na televisão do Brasil todo — provocou o presidente.
O relator o interrompeu e rebateu que “preferia o anonimato” e que juiz não deve brilhar, ainda mais em casos que envolvem possibilidade de condenação.
O diálogo foi mais um entre as rusgas do relator com o presidente na sessão desta quarta-feira. Mais cedo, Gilmar havia dito que o argumento de Herman era “falacioso”. O relator, por sua vez, citou votos passados do presidente, com certo tom de ironia, para embasar as suas análises.
Pouco depois da troca de farpas, Gilmar declarou o fim da reunião.
O Globo – Por: Naira Di Lorenzo

Relator é interrompido por Gilmar

TSE: Gilmar Mendes interrompe relator e diz que argumento é ‘falacioso’

Discussão ocorreu em debate sobre utilização ou não de delações premiadas da empreiteira Odebrecht e de marqueteiros no processo contra chapa Dilma-Temer

Presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o ministro Gilmar Mendes atua de forma intensa no processo que decide se a chapa Dilma-Temer cometeu ou não abuso de poder econômico nas eleições de 2014. Por três vezes nesta quarta-feira, Mendes interrompeu o relator, ministro Herman Benjamin, para reiterar seu ponto contrário à utilização das delações premiadas da empreiteira Odebrecht e dos marqueteiros João Santana e Mônica Moura como autos do processo. Em dado momento, chegou a classificar o argumento do colega como “falacioso”.
Próximo ao presidente Michel Temer (PMDB), que pode perder o mandato em caso de condenação da chapa, o presidente do TSE defende que os magistrados deveriam deliberar apenas a respeito das questões levantadas na ação inicial proposta pelo PSDB após as eleições de 2014.  Benjamin, no entanto, lembrou que o nome da Odebrecht aparece na petição inicial na lista de empreiteiras investigadas pela recém-deflagrada Operação Lava Jato. Nas apostas de Flávio Caetano e Gustavo Bonini Guedes, defensores da ex-presidente Dilma Rousseff (PT) e de Temer, a retirada dos conteúdos das delações dos autos do processo tornaria grandes as chances de que ambos sejam inocentados da acusação.
Em suas colaborações com o Ministério Público Federal (MPF), tanto os executivos da Odebrecht quanto os marqueteiros declararam ter havido fartos repasses por meio de Caixa 2 e oriundos de esquemas de corrupção e vantagens indevidas para a coligação que elegeu Dilma e Michel Temer. A inclusão definitiva desses relatos aos autos do julgamento fortaleceria substancialmente a acusação do PSDB, de que a campanha Dilma-Temer abusou de poder econômico ao gastar mais do que se limitou e ao utilizar verbas oriundas de esquemas ilícitos.
O ministro Herman Benjamin alega, citando Marco Aurélio Mello, magistrado do Supremo Tribunal Federal (STF), que o juiz não pode ter “uma atitude passiva, inerte, porquanto imparcialidade não se confunde com indiferença. Abriu-se caminho para que possa suprir a deficiência da instrução”. Na visão do relator, existe, sim, a possibilidade de que o juízo convoque por iniciativa própria testemunhas que possam acrescentar ao tema investigado na ação.
Diante dessa colocação, Gilmar Mendes não perdeu a oportunidade de ironizar o argumento do colega, acusado de ser “falacioso”. “Vossa Excelência teria mais um desafio: deveria deixar o processo em aberto e trazer a delação da JBS e talvez, na semana que vem, do ministro Palocci. Para mostrar com o argumento de vossa excelência é falacioso”. O frigorífico liderado por Joesley Batista também falou ao MPF sobre pagamentos eleitorais ilícitos à campanha petista de 2014.
Depois de certa animosidade entre os dois ministros protagonizaram um momento de descontração no plenário do STF. Ao criticar pedidos da defesa para oitiva de algumas testemunhas, Benjamin enumerou “doleiros, motoqueiros, seguranças, etc. Esqueceu de mencionar os donos de inferninho. Para usar a expressão das testemunhas ouvidas a pedido das partes, os donos de cabaré”. Gilmar então indagou, brincando: “Vossa Excelência fez a inspeção [das testemunhas]?”. Também em tom amistoso, Benjamin replicou: “não fiz a inspeção e nem foi pedido, não usei de meus poderes de reunir provas ex oficio para tanto”.
Veja

Embate entre ministros no TSE

Herman Benjamin a Gilmar Mendes: ‘TSE cassa aqueles que vão contra a democracia’

Em aparte à fala do relator, presidente da corte pregou moderação com ‘intervenção indevida no processo democrático’

Os ministros Herman Benjamin e Gilmar Mendes travaram um embate nesta terça-feira durante o julgamento no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que pode levar à cassação da chapa Dilma Rousseff e Michel Temer. A sessão foi suspensa pouco depois das 22h e será retomada nesta quarta-feira.
Presidente da corte, Gilmar fez um aparte durante as considerações iniciais do relator da ação, Herman Benjamin, e destacou a importância de um processo que pode derrubar o governante do país. “Temos uma situação singular, que não é comezinha, que é a impugnação de uma chapa presidencial”, afirmou. Para comparar, Gilmar citou “parlamentares, vereadores e prefeitos” que perdem o mandato e, em tom de crítica, afirmou que o TSE estaria “cassando mais do que a ditadura”. Por fim, o presidente da corte disse que o processo é um aprendizado e que “mais importante que o resultado do julgamento” é conhecer como funcionam as campanhas presidenciais.
Ao retomar a palavra, Herman respondeu para o colega: “As ditaduras cassavam e cassam quem defende a democracia. O TSE cassa aqueles que vão contra a democracia. É uma enorme diferença”. Gilmar, então, retrucou. “De qualquer forma, nós temos que ser moderados”, disse. “Essa é uma intervenção indevida no processo democrático eleitoral e nós temos que ser muito cuidadosos com isso.” Herman concordou e acrescentou que a “soberania do voto popular” deve ser protegida também de infrações.

Armas de Miami para o Rio

Coronel afirma que 30 remessas de fuzis foram enviadas ao Rio de Janeiro

Dias após apreensão de 60 armas no Galeão, comandante das UPPs afirma que três dezenas de lotes chegaram à cidade da mesma forma em outras ocasiões

O comandante das Unidades de Polícia Pacificadora do Rio de Janeiro, o coronel André Luiz Belloni, afirmou hoje em audiência pública na Assembleia Legislativa fluminense que foram feitas pelo menos trinta remessas de fuzis de Miami para a cidade. Na semana passada, uma operação da polícia civil no aeroporto do Galeão resultou na apreensão de 60 fuzis AK47, AR10 e G3. O armamento estava escondido dentro de aparelhos de aquecedores para piscina. Até hoje, a Polícia Civil só havia divulgado que duas remessas de armas foram feitas.
“De janeiro até agora, interceptamos mais de 600 fuzis no Rio. Tivemos uma excelente operação por parte da polícia civil, onde apreendemos 60 fuzis de um único fornecedor de Miami, que já tinha feito em torno de 30 operações igual a essa, ou seja, 1,8 mil fuzis só deste fornecedor. Sem falar daquelas que entram pelo Paraguai, Venezuela e Colômbia, como temos pontuado para nossas agências de inteligencia”, afirmou o oficial.
A audiência na Alerj teve como objetivo discutir a viabilidade do projeto das Unidades de Polícia Pacificadora no Rio, que encontra dificuldades para se manter. Convidado, o secretário de segurança pública, Roberto Sá, não compareceu ao debate. Enviou em seu lugar o subsecretário de Assuntos Estratégicos, Roberto Alzir Dias Chaves, que admitiu que as UPPs do Rio precisam ser reformuladas. “Há distorções. Não se pensa em acabar com as UPPs, isso seria um retrocesso, mas há espaço para aprimorar essa política”, afirmou.
Melhorar a segurança pública do Rio passa por colocar mais policiais nas ruas e dar condições dignas de trabalho para as tropas. Há um déficit de mil homens no policiamento ostensivo por conta da suspensão do pagamento de horas extras dos agentes da segurança, o chamado Regime Adicional de Serviço, que o governo não tem dinheiro para manter. Além disso, pelo menos 280 viaturas da PM estão fora de circulação, o que corresponde a metade da frota, segundo Belloni.
Veja

Males da ingestão de bebida alcoólica

Consumo de álcool, mesmo com moderação, afeta o cérebro

A atrofia do hipocampo se carateriza pela perda de volume e pode desencadear um declínio cognitivo mais precoce

© DR

Um estudo realizado ao longo dos últimos 30 anos sugere que a ingestão de bebidas alcoólicas é sempre danosa para o cérebro.
Depois de analisarem o cérebro de 550 consumidores de álcool, os pesquisadores das universidades de Oxford e College London notaram que quanto maior for a quantidade de bebida ingerida, maior é o risco de atrofia do hipocampo, uma deformação na zona do cérebro que trabalha as memórias e a navegação espacial, conta a Reuters.
Contudo, o mesmo estudo destaca que até mesmo a ingestão moderada de álcool provoca mudanças na estrutura cerebral. Na prática, destaca a publicação, as pessoas que consomem este tipo de bebidas com parcimônia são também mais propensas a sofrer de atrofia do hipocampo quando comparadas com as que não consomem álcool em nenhum momento. 
A atrofia do hipocampo se carateriza pela perda de volume e pode desencadear um declínio cognitivo mais precoce e ainda o aparecimento de doenças do foro mental, como o Alzheimer.
Para o estudo, foram classificados como consumidores exagerados aqueles que ingeriam mais de 30 unidades de álcool puro por semana- sendo que cada unidade equivale a 10 mililitros. O consumo moderado foi fixado entre 14 a 21 unidades por semana.
Notícias ao Minuto

Doença de Resende seria ‘castigo de Deus’

Valdomiro Santiago diz que o demônio está comendo o fígado de Marcelo Rezende

Publicado por: Amara Alcântara
O pastor da Igreja Mundial do Poder de Deus, conhecido como Apóstolo, #Valdomiro Santiago, se envolveu em mais uma polêmica, e dessa vez o pastor conseguiu a indignação dos fãs do jornalista #Marcelo Rezende, afastado da TV Record para tratar de um câncer no pâncreas e no fígado.
Acontece que, segundo críticos, o pastor resolveu insinuar em alguns cultos que a doença teria sido causada por uma espécie de “castigo de Deus”. O apóstolo comentou que “o demônio está comendo o fígado e o pâncreas” em alguns vídeos que circulam na internet.
Segundo rumores, esta frase é uma insinuação a Marcelo Rezende, e se confirma nas teses virtuais que de fato trata-se de uma insinuação, pois o mesmo revela “um malfeitor me maltratou no passado”, que segundo os fãs de Marcelo, trata-se de uma reportagem feita por Rezende sobre a conduta da Igreja e da vida pessoal de Valdomiro na Record.
Sobre as reportagens de Marcelo Rezende
Em uma reportagem que foi ao ar no passado, no programa Domingo Espetacular, Marcelo e sua equipe investigavam a Igreja Mundial, o que causou o desagrado do líder da Igreja.
Valdomiro afirma ainda em um dos vídeos que a mãe de Deus hoje pesa sobre o jornalista, e que o mesmo “secaria” como uma erva, devido ter “mexido” com ele.
Valdomiro Santiago é amado por uns e odiado por outros nas redes sociais. O pastor é constantemente criticado por sua conduta em relação ao dízimo do qual os fiéis entregam em sua igreja.
Outras polêmicas
A facada
Recentemente Valdomiro Santiago sofreu um ataque, que lhe gerou uma lesão no pescoço por uma arma branca (faca).
Poucos dias depois, o autor do crime foi preso, e em declaração disse que atentou sobre o pastor por conta de uma mágoa do passado.
O rapaz afirmou que o apóstolo havia o provocado dizendo “vamos crucificar ele”, fazendo menção ao agressor.
Em nota Valdomiro Santiago relatou que o perdoa, e que já havia sofrido ataques piores do que a facada.
A polêmica começa quando é noticiado na mídia que o apóstolo havia começado uma campanha com sua camisa ensanguentada, para supostamente curar fiéis.
O dízimo de 1 mil
No mês passado, Valdomiro entrou novamente em polêmica.
Segundo o site Catraca Livre, Valdomiro havia começado uma nova campanha em sua igreja. Nessa campanha era pedido por ele uma quantia de 1 mil reais. O que mais uma vez, causou rebuliço nas redes sociais.
Fonte: Blasting news

Apaixonada por um cantor mais novo

Zilu, ex do cantor Zezé Di Camargo, revela estar vivendo romance com sertanejo

Publicado por: Anderson Costa
Depois de revelar o namoro com um empresário, a ex-mulher de Zezé Di Camargo, Zilu Camargo, já tem um novo amor! No “Programa Gugu”, a mãe de Wanessa Camargo revelou que está apaixonada por um cantor mais novo. “Ele é uma pessoa que, desde que surgiu, me chamou muita atenção. É de uma dupla. Ele chamou muita atenção, mas eu sempre fiquei na minha. Eu sou da época da minha mãe, eu quero ser conquistada”, contou. A socialite, que dividiu o patrimônio com o ex-marido, ainda disse o que é essencial para o relacionamento dar certo: “Dizem que as pessoas que são iguais não se combinam, eu acho o contrário. Ela tem que gostar das mesmas coisas senão não dá certo”.
Em janeiro deste ano, Zilu sofreu um mal súbito e desmaiou ao volante. Segundo a socialite, o acidente aconteceu por causa de sua hipoglicemia. “Eu estava em jejum, porque tinha que fazer um exame. Eu estava bem devagar e, quando fui fazer uma curva na frente do clube, eu apaguei. Eu acordei com o barulho dos airbags. Meu carro tem a vantagem de destravar as portas quando acontece um acidente, o satélite fala comigo, e ele freia”, relembrou. “Eu acordei com o povo em cima de mim, bombeiro… Eu fui para o hospital e fiz todos os exames possíveis. O doutor Khalil disse que eu tenho hipoglicemia e, com jejum, eu tive um desmaio”, justificou.
Zezé, que negou ter ido a uma casa de swing com Graciele Lacerda, surpreendeu ao revelar que não foi muito fiel à ex-mulher no passado. “Antigamente, quando me perguntavam isso (sobre traição), eu dizia: ‘Se eu traí, não vou lhe contar. Se falar que não traí, você não vai acreditar’. Mas, sim, tive outros relacionamentos. Quando ‘É o Amor’, entrou no topo das paradas, todas as mulheres com quem sonhei passaram a dar bola pra mim. E, é claro, saí com algumas delas. Agora, esse tipo de revelação só confirma a força da Zilu. Porque, apesar de ter tido esses relacionamentos, eu nunca saí de casa. E não saí porque eu sabia que ela é uma grande mulher”, explicou o sertanejo.
Fonte: Purepeople

Prisão em flagrante

Polícia apreende mais de R$ 100 mil em notas falsificadas em Imaculada, na Paraíba

A Polícia Federal em Patos-PB realizou na última segunda-feira, 05/06/2017, a prisão de dois indivíduos, no momento em que era realizada a entrega de aproximadamente R$ 116.700,00 em cédulas falsas. O encontro se deu em um bar na cidade de Imaculada-PB. A equipe Policial, em virtude de investigação prévia, aguardava no local a possível comercialização das notas falsificadas.
Após a confirmação da pratica delituosa, houve a abordagem dos suspeitos com arrecadação do material. Os envolvidos, junto com as testemunhas foram encaminhados à Delegacia de Polícia Federal em Patos-PB, onde foi formalizado o Auto de Prisão em Flagrante.
Na oitiva de um dos suspeitos, que já tinha sido preso anteriormente pelo mesmo crime, foi confessado que as notas vieram de São Paulo-SP e que já havia recebido remessa anterior em Setembro/2016. 
Os presos tratam-se de Jose Roberto Da Silva E Jose Roberto Nunes Alves.
Em virtude da atribuição territorial, as investigações seguem por contam da Delegacia de Polícia Federal em Campina Grande-PB.
                                               Foto divulgação Polícia Federal
MaisPatos

Brincadeira com arma de fogo termina em morte

Namorado mata garota de 13 anos durante brincadeira no Rio Grande do Norte

Uma tragédia abalou a cidade serrana de Patu, no Oeste Potiguar, na noite do último domingo (04 de junho). Uma adolescente de apenas 13 anos de idade, foi morta por disparo de arma de fogo, no bairro Nova Patu onde residia com a família.
De acordo com relato de testemunhas, o próprio namorado da vítima brincava com uma arma de fogo quando foi disparado um tiro na cabeça da jovem, identificada por Nalanda Almeida, que era natural da cidade vizinha de Messias Targino.
A menina ainda foi socorrida mas morreu ao dar entrada na unidade hospitalar de Patu.
Fonte: MaisPatos

Alerta

Saiba identificar os sinais ignorados do infarto, a causa de morte número 1 no Brasil

A dor no peito é só a ponta do iceberg de uma série de outros incômodos que aparecem com uma pane cardíaca. Saiba como identificá-los

Créditos: Henrique Campeã/SAÚDE é Vital
Marque no relógio: no tempo que você levará para ler esta reportagem, pelo menos dois brasileiros sucumbirão ao infarto, a causa de morte número 1 em nosso país e em boa parte do mundo.
Esse cenário catastrófico é motivado pelo descontrole de fatores que patrocinam o entupimento das coronárias, as artérias que irrigam o coração, como o excesso de peso, o tabagismo, a pressão alta e altas taxas de colesterol e glicemia. Porém, chama a atenção a persistente lentidão com que as pessoas em geral (e, em certa medida, até profissionais de saúde) suspeitam dos sintomas de algo crítico no peito.
Essa grave falha foi escancarada por uma pesquisa do Imperial College London, na Inglaterra, recém-publicada no jornal científico The Lancet. Os autores reuniram dados sobre todos os 135 mil óbitos por ataque cardíaco que ocorreram na Inglaterra entre 2006 e 2010. Eles descobriram que, em 16% dos casos, os indivíduos haviam visitado o hospital durante o mês anterior com dores, desmaios ou falta de ar.
Mesmo assim, esses pontos de alerta não foram suficientes para levantar a possibilidade de um evento sério no coração. “O estudo destaca a importância de ficar atento aos sinais sugestivos do problema, uma vez que uma em cada seis pessoas passaram por consulta e não tiveram um diagnóstico correto”, analisa o médico Marcus Bolívar Malachias, presidente da Sociedade Brasileira de Cardiologia.
É óbvio que as pontadas agudas no peito são a face mais conhecida e comum do infarto. Mas nem sempre essa sensação dá as caras. Aliás, um músculo cardíaco em parafuso se entrega por outras vias também. “Entre elas, podemos citar dificuldades para respirar, palidez, suor frio, náuseas, vômitos, tontura, confusão mental, perda de consciência e dores difusas nas costas, nos braços e na mandíbula”, lista o médico Agnaldo Píspico, da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo.
O estabelecimento deles está relacionado à conexão entre diferentes estruturas do sistema nervoso que transmitem o estímulo doloroso e a região atingida. Se a obstrução aconteceu na porção inferior do coração, por exemplo, é natural experimentar desconfortos como regurgitação e azia.
E olha que os sintomas menos famosos são corriqueiros em alguns grupos específicos, a começar pelas mulheres. Um levantamento do Centro Médico Regional de Lakeland, nos Estados Unidos, concluiu que 42% das infartadas não sentiram uma dorzinha sequer no tórax. “Elas também demoram em média uma hora a mais para ir ao pronto-socorro em comparação com os homens”, observa o cardiologista Otavio Gebara, do Hospital Santa Paula, na capital paulista. Para piorar, o aumento do estresse e das incumbências com trabalho, casa e família elevou as estatísticas das doenças cardiovasculares entre o público feminino nas últimas décadas.
Diabéticos e idosos são outros perfis de gente que tem o colapso cardíaco sem manifestar sintomas clássicos. “O diabete danifica os nervos e altera a sensibilidade à dor”, explica o cardiologista José Armando Mangione, do Hospital Beneficência Portuguesa de São Paulo. A doença ainda modifica a configuração interna dos vasos sanguíneos e possibilita o surgimento de coágulos que bloqueiam a passagem do líquido vermelho.
Nos mais velhos, o avançar das décadas deixa o coração franzino. “Muitas vezes, só vemos que um paciente de 70 ou 80 anos infartou após alguns meses, no resultado de exames de rotina”, conta o cardiologista Leopoldo Piegas, do Hospital do Coração, na capital paulista.
Quando, então, suspeitar que sinais tão simples significam um infarto sem virar hipocondríaco? A regra essencial é ficar com a pulga atrás da orelha caso os incômodos sejam intensos e surjam do nada. Quem possui histórico familiar de enfermidades cardíacas, fuma, está acima do peso, hipertenso ou com o colesterol alto também deve ficar ligado. “É necessário socorrer na primeira hora, pois esse é o momento em que ocorre a maioria das mortes”, frisa o cardiologista Francisco Lourenço Junior, do Hospital Quinta D¿Or, no Rio de Janeiro. Não tem jeito: para o relógio trabalhar a nosso favor, rapidez é primordial. Só assim evitamos que o coração afunde em águas nada tranquilas.
Desconfiar sempre.
Grupos em que as manifestações das emergências cardíacas não são tão clássicas
Mulheres
A dor pode não ser tão forte nelas e vem acompanhada de palpitações. Episódios com impacto emocional são o gatilho de muitos piripaques cardíacos nesse público.
Idosos
Com um coração pouco vigoroso, saem de cena as pontadas do infarto. No lugar delas, pintam sintomas como confusão mental, tontura e falta de ar.
Diabéticos
Açúcar demais lesa os nervos responsáveis pelas sensações dolorosas, o que mascara o aperto nos vasos do coração. Náuseas e suor frio acendem o sinal de alerta nessa turma.
Saúde Abril

Condenação por recebimento indevido do Bolsa Família

Empresária é condenada a 1 ano e 8 meses de prisão por receber bolsa família no Sertão da Paraíba

Mulher terá que devolver todo o montante recebido supostamente indevidamente por cerca de seis anos, que totaliza R$ 14.574,00

Em processo movido pelo Ministério Público Federal (MPF) da cidade de Sousa, um empresária do município do Lastro foi condenada a prisão por receber indevidamente o Bolsa Família, programa destinado a pessoas carentes.
Segundo o MPF, a empresária teria recebido indevidamente recursos do programa entre os meses de janeiro de 2009 a abril de 2015.
O Ministério Público constatou que ela é empresária individual no ramo alimentício, possuindo um mercado de pequeno porte no município de Lastro, além de possuir um automóvel.
A empresária foi condenada a um ao e oito meses de prisão, além de multa. Na mesma decisão, a Justiça substituiu a pena de privativa de liberdade em penas restritivas de direito, sendo ela obrigada a depositar, o valor de R$ 2 mil, atualizado monetariamente desde a data do fato até a data do trânsito em julgado, em conta judicial, a ser destinado a entidades públicas e prestação de serviços à comunidade ou à entidade pública devendo ser cumprida à razão de uma hora por dia de condenação
Ela ainda terá que devolver todo o montante recebido supostamente indevidamente por cerca de seis anos, que totaliza R$ 14.574,00
WSCOM com Diário do Sertão

Novo embate entre ministros

Vazamento gera novo embate entre Herman Benjamin e Gilmar Mendes; julgamento continua amanhã

Relator deixa para quinta análise das acusações

Créditos: Ailton de Freitas / O Globo
Ao analisar a preliminar sobre o vazamento e prova ilícita no processo, o ministro relator Herman Benjamin e o presidente do TSE Gilmar Mendes tiveram novo embate.
Ao se referir a tese de que vazamento anula a prova, Herman foi interrompido por Gilmar que afirmou que não há divergência de que vazamentos não podem anular processos.
— Quem está falando aqui sou eu — respondeu Herman, de maneira ríspida. 
Pausa
Após o embate, o ministro Herman Benjamin, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), suspendeu a leitura de seu voto no julgamento do processo que investiga a campanha de 2014 e deixou para quinta (8) a análise das acusações contra a ex-presidente Dilma Rousseff e o presidente Michel Temer.
Relator do caso e primeiro a votar no TSE, Benjamin se concentrou na sessão desta quarta na análise das preliminares, questionamentos das defesas sobre a regularidade do processo.
Ele defendeu manter no processo relatos de executivos da Odebrecht de que a campanha foi abastecida com dinheiro não declarado (caixa 2) repassado como propina por contratos fechados pela empreiteira com a Petrobras, conforme narrado em acordo de delação premiada.
A decisão sobre a manutenção ou retirada dessas provas dependerá, no entanto, do votos dos outros 6 ministros da Corte: Napoleão Nunes Maia Filho, Admar Gonzaga, Tarcísio Neto, Luiz Fux, Rosa Weber e Gilmar Mendes. São necessários 4 votos para deliberar a questão.
Em cada um de seus votos, os ministros também vão se posicionar pela condenação ou absolvição da chapa vitoriosa em 2014, acusada pelo PSDB de ter cometido abuso de poder político e econômico na campanha, o que teria provocado um desequilíbrio no pleito.
Ao suspender a leitura do voto, Benjamin deixou para a próxima sessão, marcada para as 9h desta quinta (8), se vai recomendar a cassação do atual mandato de Temer e a inegibilidade de Dilma por 8 anos da a partir de 2018, punições previstas em caso de condenação.
Os ministros decidiram que a sessão desta quinta deve se prolongar por todo o dia até a noite. Se necessário, vão abrir outra sessão na sexta-feira (9) para a conclusão do julgamento.
O Globo

Caso de cassação na Paraíba é citado no TSE

Ministro do Tribunal Superior Eleitoral cita cassação de Cássio no julgamento de Dilma e Temer

Herman Benjamin disse que TSE precisa ter coragem de julgar os grandes

Créditos: Geraldo Magela/Agência Senado
O ministro Herman Benjamin, relator da ação que pede a cassação da chapa Dilma/Temer no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), citou, durante o julgamento iniciado na noite desta terça-feira (06), a cassação do senador Cássio Cunha Lima do cargo de governador da Paraíba pelo TSE.
Segundo ele, o Tribunal precisa ter coragem para julgar prefeitos e governadores de grandes cidades e estados e não apenas os pequenos, como é o caso do estado da Paraíba. 
As declarações do relator, que coincidentemente é paraibano, aconteceu durante a análise de preliminar da defesa de Dilma sobre a impossibilidade de o TSE cassar diploma de presidente.
Benjamin rejeitou a preliminar e foi seguido pelos demais ministros. Assim, o TSE decidiu por unanimidade que corte pode cassar mandatos de presidente da República e vice.
WSCOM

Um furacão, aos 36 anos

Alessandra Ambrosio mostra toda sensualidade e arrasa de topless em propaganda de joias

A modelo fez uma parceria com designer de joias Jacquie Aiche

Alessandra Ambrosio arrasa em topless numa nova campanha
Alessandra Ambrosio arrasa em topless numa nova campanha ©
© DR
Alessandra Ambrosio volta a mostrar toda a sua sensualidade, desta vez numa propaganda de joias onde aparece de topless. A modelo fez uma colaboração com a designer Jacquie Aiche e é o novo rosto da marca. A angel da Victoria’s Secret aparece em fotos vestida com casacos desapertados e colares luxuosos que percorrem o peito e as mãos.
Com 36 anos, Alessandra Ambrosio é um furacão e arrasa na sessão fotográfica. 
Notícias ao Minuto

Revelação de Michele Obama

BARACK OBAMA USOU O MESMO SMOKING DURANTE OS 8 ANOS COMO PRESIDENTE
 
Obama usou o mesmo smoking durante os 8 anos como presidente dos EUA
Obama usou o mesmo smoking durante os 8 anos como presidente dos EUA – ©
Barack Obama sempre se afirmou como um homem simples e sem luxos. No entanto, o que não se imaginava era que o ex-presidente dos Estados Unidos tivesse suas peças de estimação do guarda-roupa.
Nesta terça-feira (6), Michelle Obama compareceu ao Apple’s Worldwide Developers Conference e fez algumas revelações curiosas sobre o marido. 
Segundo a Michele, as roupas do marido passavam tão despercebidas que Obama usou o mesmo smoking durante oito anos – e ninguém notou.
“As pessoas tiram fotos dos sapatos que estou usando, das pulseiras, do colar – mas não comentaram o fato de ele usar durante oito anos, o mesmo smoking e os mesmos sapatos”, sublinhou.
Aliás, esta era uma característica da qual Barack se orgulhava bastante: “Estou pronto. Estou pronto em 10 minutos. Quanto tempo ainda demora? E eu dizia, ‘Sai daqui’”, contou Michelle.
Notícias ao Minuto

Apoio inusitado

Mulher deita no chão do Planalto e grita que ama o presidente Michel Temer

Como ela aparentava passar mal, socorristas da Presidência da República atenderam a mulher

© REUTERS/Ueslei Marcelino

No dia em que a Justiça Eleitoral pode cassar o seu mandato, o presidente Michel Temer recebeu um apoio inusitado nesta quarta-feira (7).
Uma mulher, que não se identificou, deitou na entrada do Palácio do Planalto e declarou amor pelo peemedebista. “Temer, eu te amo. Não quero morrer antes de te ver”, gritava.
Como ela aparentava passar mal, socorristas da Presidência da República atenderam a mulher e a colocaram em uma cadeira de rodas.
No caminho ao ambulatório do Planalto, ela ainda reclamou que os socorristas não a estavam levando para um encontro com o presidente. “Vocês estão mentindo para mim”, gritou. Segundo a segurança presidencial, ela passa bem. O presidente participa nesta manhã de lançamento do Plano Safra 2017/2018, no Palácio do Planalto.

(Folhapress)

Caso de pedofilia

Mãe agride idoso que teria assediado filho de 6 anos no meio da rua em São Paulo

Polícia Civil de Duartina pediu a prisão temporária do suspeito, de 68 anos

A Polícia Civil de Duartina investiga um caso de pedofilia que foi registrado no centro da cidade, em plena luz do dia. A mãe do menino que foi assediado chegou a agredir o suspeito, que caiu no chão. Toda a movimentação foi registrada por um morador, que não foi identificado.
As imagens mostram o menino de 6 anos sentado em um banco na calçada. A mãe dele estava em uma loja ao lado fazendo compras e ele esperava do lado de fora. O suspeito senta perto do menino e começa a tocá-lo.
Logo depois um homem chega, percebe a ação e leva o menino para dentro da loja, onde a mãe está. Depois a mulher sai da loja com a criança e começa a discutir com o suspeito. Durante a discussão ela agride o homem, que chega a cair na calçada. 
As imagens foram divulgadas em redes sociais e a Polícia Civil abriu inquérito para investigar o caso. O suspeito já foi identificado e tem 68 anos.
A mãe, o menino e testemunhas foram ouvidas nesta terça-feira (6) e o delegado responsável pelo caso pediu a prisão temporária do suspeito.
O pedido de prisão foi encaminhado à Justiça e a polícia aguarda a decisão para cumprimento do mandado.
Globo

‘Olha o pão, meus irmãos!’

Gari arrecada pão e água para doar a usuários da Cracolândia

José Carlos Matos, de 47 anos, sai de Embu das Artes, na Grande São Paulo, e pega três ônibus para chegar ao terminal Princesa Isabel e fazer as doações

Créditos: Paula Paiva Paulo/G1
Tem um grito que é conhecido e esperado na Cracolândia: “Olha o pão, meus irmãos!” É o anúncio de que o gari José Carlos Matos, de 47 anos, chegou para distribuir pão e água aos usuários de drogas da região. Há um ano ele sai de Embu das Artes, na Grande São Paulo, pega três ônibus e percorre mais de 30 km para chegar ao terminal Princesa Isabel e fazer as doações.
A voz e o trabalho voluntário de Matos já são conhecidos na região. A doação era feita duas vezes na semana, mas foi intensificada após a ação da Prefeitura e do governo do estado para tentar acabar com o tráfico de drogas na Cracolândia.
“Eu vinha toda quinta e todo sábado, mas depois que a polícia invadiu aqui dentro do recinto deles, estou vindo todo dia”, disse José Carlos. A operação policial fez a concentração de usuários de crack migrar da Alameda Dino Bueno para a Praça Princesa Isabel.
Apesar de ser católico, ele é conhecido como “pastor” pelos usuários, porque anda com uma Bíblia embaixo dos braços e gosta de ler salmos. “Pastor, você já me conhece há um bom tempo, estava sempre drogada, né?”, pergunta uma moça ao receber um pão. Ele afirma que sim. “Deus tocou meu coração, irmão, eu não uso mais”. Os dois se abraçam e José chora.
Às padarias, José Carlos pede os pães que sobraram. Os galões de água, ele enche em lojas da região. José faz as distribuições na tenda do Braços Abertos – o que sobrou do programa de redução de danos da gestão do ex-prefeito Fernando Haddad para acolher dependentes químicos da região – , e na Praça Princesa Isabel. A leva de pães acaba rápido. O galão é recarregado várias vezes em uma mesma tarde. “Já chegou dia que eu cheguei a distribuir mais de 200 litros de água para essas vidas que estão perecendo”.
O galão no ombro, diz José Carlos, o lembra de quando tinha que ir buscar água com um pote na cabeça, em sua infância em Chapada do Norte, em Minas Gerais. “A minha infância que eu passei não foi boa, passei sem pai sem mãe, eu sei o que é o sofrimento da vida. Eu tenho muito dó daqueles que eu vejo sofrendo diante de mim também”.
Enquanto caminha na Rua Helvétia, uma adolescente de 19 anos pede pão, que já tinha acabado, e José entrega sua própria marmita, que tinha arroz, feijão, carne e farofa. Enquanto come, ela conta: “Esses dias eu estava lá na praça, com cinco pedras [de crack] na mão, ouvi o senhor gritando olha o pão, irmão’, e aquilo bateu na minha mente, joguei as cinco pedras no chão”.
O gari trabalha no período noturno na região de Moema, dorme de manhã em Embu das Artes, e depois parte para a saga das entregas, na Luz. “Quanto mais eu faço o bem, mais vontade de fazer eu tenho. Isso que me dá força, isso que me dá ânimo para mim lutar pelas vidas. Essa batalha nós só vamos vencer no amor. Não é ignorância, não é violência, não resolve nada”.
G1

Começou de novo!

Tribunal Superior Eleitoral retoma julgamento da chapa Dilma-Temer; assista a transmissão ao vivo

Há a previsão de que Herman Benjamin profira voto já nesta quarta-feira

Créditos: Daniel Teixeira/Estadão Conteúdo
O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) retoma, às 9h desta quarta-feira (7), o julgamento da ação que pede a cassação da chapa eleita em 2014, composta pela ex-presidente Dilma Rousseff e pelo presidente Michel Temer. A chapa é julgada por suposto abuso de poder político e econômico na campanha eleitoral de 2014.
Se os ministros entenderem que tais acusações são procedentes, Temer poderá ter o mandato cassado e Dilma ser impedida de se candidatar a novos cargos políticos por 8 anos. Essa tese foi defendida pelo vice-procurador-geral eleitoral, Nicolao Dino, na sessão desta terça.
A previsão inicial é de que a sessão teria início com a análise de seis questões preliminares (questionamentos à regularidade do processo) apresentadas pelas defesas de Dilma e de Temer. No final da noite de terça, a assessoria do TSE explicou que serão analisadas três questões preliminares. A principal delas é uma contestação da defesa sobre o uso de informações das delações premiadas da Odebrecht e dos marqueteiros João Santana e Mônica no processo.
Na sessão desta terça, o TSE rejeitou quatro preliminares.
VEJA COMO FOI A SESSÃO DESTA TERÇA
A rejeição das quatro primeiras preliminares foi recomendada pelo relator do processo, ministro Herman Benjamin, e aceita pelos outros 6 ministros da Corte: Napoleão Nunes Maia, Admar Gonzaga, Tarcísio Vieira Neto, Rosa Weber, Luiz Fux e Gilmar Mendes.
Foram rejeitados na terça:
Pedido que alegava a impossibilidade de o TSE julgar presidente da República;
Pedido de extinção de duas das três ações em julgamento;
Argumento segundo o qual a ação perdeu o objeto após o impeachment de Dilma, no ano passado;
Preliminar que questionava a ordem de testemunhas ouvidas na investigação.
Nesta quarta, entre outras questões, os ministros deverão analisar uma preliminar, defendida pelas defesas, que pede a eliminação de provas entregues pelos executivos da Odebrecht no acordo de delação premiada.
Acompanhe o julgamento ao vivo:

Globo