opiniãoA vida tem nos proporcionado ensinamentos valiosíssimos. No momento da bonança, da água em abundância, nos deparamos com a fartura de amizades que às vezes até impressiona. Quando se tem para dá, oferecer, os mimos, elogios e agrados são intensos e diários.
Tudo muda quando a “chuva” para de cair. Quando o “açude” seca, ou seja, a “água” ficou escassa, deixou de existir. A partir desde momento, a vida nos apresenta uma das mais imundas face do caráter humano: INGRATIDÃO.
O pior da história é quando a decepção parte justamente dos “terrenos” que receberam a maior quantidade de “agua”. É quando os maiores beneficiados, nos seus mais profundos atos de ingratidão, pregam e difundem a mentira e as mais profundas inverdade. Inventam estórias fantasiosas. Fazem acusações inverídicas, praticam aquilo que sempre foi de suas índoles: criar “estórias” que lhes interessam e justifiquem seus mais sórdidos, baixos e pequenos atos e práticas de vida. Chegam até ao ponto de usarem a palavra TRAIÇÃO. Absurdo dos absurdos.
Às vezes me pergunto: que interresse se esconde por trás de tudo isto? Onde quer se chegar? Digo: as palavra podem fluir de forma fácil e até enganar por certo tempo, agora os atos ao longo da vida, mostram o verdadeiro caráter e personalidade de quem assim age, vive.
Todos temos direitos de crescer, ascender, buscar nossa luz, etc. só não precisamos usar os outros com escada. Só não precisamos ofuscar a luz dos outros. A luz é própria de cada ser humano, a sua claridade depende do que praticamos e vivemos neste mundo.
O grande aprendizado tem ficado: CONHECER OS VERDADEIROS E CONFIÁVEIS AMIGOS!!! Fraterno Abraço.

Tarcisio Firmino.