Os escoteiros Cristian Barbosa e Dalyla Tavares falaram na noite desta sexta-feira, 26, sobre a importância da participação de crianças e adolescentes em grupos escoteiros, como forma de interação com outras crianças, contato com a natureza e educacional.

Dalyla explicou que a partir dos seis anos e meio, os pais podem procurar um grupo e levar o filho para reunião em um grupo, mais próximo do bairro onde residem, o trabalho pe desenvolver atividades de entretenimento com finalidade educativa.

Cristian explicou que a Paraíba tem cinco atividades anualmente para reunir todos os grupos escoteiros, cada evento reúne uma faixa etária e reúne centenas de pessoas.

Os entrevistados falaram sobre o aprendizado e a disciplina dos jovens, eles explicaram que não há limites de idade, disseram que se um adulto quiser fazer parte de um grupo, pode se voluntariar “porque há muitas funções burocráticas, inclusive, não há limite de idade e cada pessoa vai ajudar de acordo com suas habilidades”, disse Cristian.

Leia Também:   Incêndio destrói parte do Centro Comercial de Passagem, em João Pessoa

Créditos: Polêmica Paraíba