scarlett-johansson

Recém-separada do jornalista francês Romain Durac, Scarlett Johansson deu uma entrevista à edição de março da Playboy americana sobre matrimônio e maternidade. Entre outros comentários francos, a intérprete da heroína Viúva Negra nos filmes da Marvel afirmou achar anormal ter apenas um parceiro. ”A ideia do casamento é muito romântica, é uma ideia muito bonita, e sua prática pode ser uma coisa muito bela. Mas não acredito que seja natural ser uma pessoa monogâmica. Pode ser que me critiquem por isto, mas acho que dá muito trabalho. Casamento dá muito trabalho”, disse a atriz.

Scarllet afirmou que, apesar de não acreditar na monogamia, ainda tem um profundo respeito pelo casamento. “Já fui casada. Mas eu acho que definitivamente vai contra algum instinto”, contou. Segundo Scarlett, o matrimônio muda as pessoas.  “O casamento inicialmente envolve um monte de pessoas que não têm nada a ver com o seu relacionamento, porque é um contrato jurídico. Ser casado é diferente de não ser casado, e qualquer um que lhe diga que é o mesmo está mentindo. Isso muda as coisas. Tenho amigos que estavam juntos por dez anos e, em seguida, decidiram se casar, e eu pergunto no dia do seu casamento ou logo depois se é diferente, e sempre é. É uma bela responsabilidade, mas é uma responsabilidade.”

Antes de Romain Durac, Scarlett Johansson foi casada com o ator Ryan Reynolds entre 2008 e 2011. Na entrevista, a atriz falou que seu segundo casamento foi bem diferente do primeiro. “Eu tinha um bebê, e também o meu marido vinha de outro país. Foi uma enorme transição para nós dois, e certamente para ele”, completa

Fonte: Veja.com