A Polícia Federal concluiu nessa manhã uma operação que já estava em andamento desde a descoberta do Brasil: finalmente Cabral foi preso. A Operação Calicute levou para a prisão 10 envolvidos em desvios de verbas públicas no Estado do Rio de Janeiro, entre eles o ex-governador do Rio Sérgio Cabral Filho. “Desde 1500 estamos aguardando essa prisão. Finalmente ele vai pagar por tudo que fez à nossa gente”, declarou um cidadão que aguardava a saída de Cabral na porta de sua casa.Após cercar a Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (ALERJ) com grades, a polícia achou por bem também cercar com grades Sérgio Cabral,para proteger a população.

Com as prisões de Anthony Garotinho na tarde de ontem e de Sérgio Cabral na manhã de hoje, ambos ex-governadores do Rio de Janeiro, em uma decisão ousada o Estado decidiu transformar o Palácio Guanabara em um presídio. A decisão quer facilitar o trabalho da Polícia Federal e economizar com investigações e transporte.Preso na manhã de hoje no Leblon, o ex-governador Sérgio Cabral é alvo de dois mandados de prisão e já negocia sua delação premiada. Os advogados de Cabral já se encontram na sede da Polícia Federal no Rio de Janeiro e foram vistos com uma bolsa cheia de espelhos, apitos, especiarias, pentes e chocalhos, que deverão ser utilizados nas negociações.
Pero Vaz de Caminha será o responsável por datilografar a delação e adiantou à imprensa que em breve conversa com Cabral, parte da delação já foi discutida.“Não posso dar mais detalhes, mas adianto que Cabral irá balançar as estruturas da Ilha de Vera Cruz” disse. “Cabral já me confirmou que, caso sua delação seja aceita, revelará obras superfaturadas em caravelas e até pau-brasil desviado, começando com ‘na tarde de de 22 de abril de 1500…’” afirmou Vaz.“Com essa delação finalmente vamos descobrir o verdadeiro Brasil”, declarou o deputado Índio que não tinha nada a ver com a história mas entrou aqui só por causa do trocadilho.(Humor do Site Sensacionalista,Isento de Verdade)